• Centro de Preservação da Memória

Documentos históricos

O Memorial preserva diversos documentos históricos e livros de interesse do Ministério Público do Estado do Paraná, como:

  • Boletins do Ministério Público (circulação interna), dos anos de 1969 e 1970;
  • Foto de Bacharelandos da Faculdade de Direito de São Paulo, datada de 28.11.1912;
  • Livros "Manual de Direito Hypothecário" (1900) e "Liberdade Profissional" (1901), de autoria de Antonio Cardoso de Gusmão, que foi procurador-geral de Justiça do MPPR de 1904 a 1907 e de 1907 a 1908;
  • Livro "Comentários ao Código Penal" (1948), de autoria de Nelson Hungria, que foi nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal em 1951; 
  • Livro de assentamentos dos Promotores Públicos e Adjuntos de 1906 a 1935, da então denominada Procuradoria Geral do Estado do Paraná;
  • Relatório de gestão apresentado pelo procurador-geral de Justiça Antônio Chalbaud Biscaia ao governador do Estado Moysés Lupion em 1949.

A partir de 13 de feveiro de 2020, a equipe do Memorial começou a digitalizar parte desse acervo, cujos arquivos passam a ficar disponíveis para consulta:

História do Ministério Público do Paraná   Relatório do Procurador Geral da Justiça, 1912.

Relatório apresentado em 31 de dezembro de 1912 ao presidente do Estado do Paraná, Carlos Cavalcanti de Albuquerque, pelo então procurador geral da Justiça, Conrado Caetano Erichsen.

História do Ministério Público do Paraná   Lista dos promotores públicos e adjuntos, outubro de 1934.

Relação histórica indicando a existência de três promotores públicos na capital, 28 Comarcas e 10 Termos.

História do Ministério Público do Paraná   Livro Assentamento de Promotores, 1935.

Este livro contém os registros de posse de adjuntos de promotor, promotores públicos, funcionários e estagiários, com informações de movimentação na carreira e afastamentos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem