• Centro de Preservação da Memória

Coleção Rui Cavallin Pinto

Devo dizer Inglês ou English?  Novo!
28/04/2022

Pontes de Miranda, non solum... sed etiam, plagiario...  Novo!
31/03/2022

Pontes de Miranda e Albert Einstein  Novo!
21/03/2022

Felix Fischer: o Paraná no STJ
09/02/2022

O promotor e o anarquista
07/02/2022

2021

Câmara Leal: injusto abandono
23/11/2021

Os nossos rábulas
10/11/2021

O Memorial Paranista João Turin
14/10/2021

Renê Dotti, nosso maior ícone criminal
24/08/2021

Curitiba Negra
11/08/2021

Curitiba, o ícone nacional de Jaime Lerner
26/07/2021

Francisco Brzezinski – o MP não foi sua vocação?
21/06/2021

Londrina: antigas crônicas forenses
26/05/2021

Túlio Vargas e o Ministério Público
26/05/2021

Ministério Público do Paraná na primeira quadra da República
07/05/2021

A linguagem do foro
14/04/2021

O Paraná e a Lava Jato
03/03/2021

Uma audiência muito sensual
03/02/2021

Guilherme de Albuquerque Maranhão e o seu tempo
21/01/2021

Ary Florêncio Guimarães – um tempo de transição?
08/01/2021

2020

Eu também fui integralista
15/12/2020

Nilo Prince Paraná: uma biografia com correção
04/11/2020

Tramujas Neto: um parano-gaúcho?
23/10/2020

Ronald Accioly, juiz e amigo
05/10/2020

O decálogo do Ministério Público do Paraná
29/07/2020

Maria Tereza, uma líder do MP
16/07/2020

A prova é sua, Doutor!
03/03/2020

O nosso Ministério Público e o dos outros
28/01/2020

2019

Quem matou o promotor Bezerra Cavalcante
14/10/2019

A Carta de Curitiba
06/05/2019

Seu sucesso é a maior homenagem
16/04/2019

E os crimes do Império?
09/04/2019

O Ahú foi nossa primeira penitenciária?
09/04/2019

Mário Faraco: modelo de dignidade e justiça
29/03/2019

O Projeto Memória de Santa Catarina
19/01/2019

A arte de fazer retrato
07/01/2019

2018

O Ministério Público do Paraná sobe ao pódio
10/12/2018

Curitiba – pequena resenha histórica
09/11/2018

Quem tem medo do Ministério Público?
22/10/2018

De quem é o julgamento: do réu ou do sistema?
03/09/2018

Digressões sobre a memória do Júri
30/08/2018

“O Sul é o meu país!”, você concorda?
09/07/2018

Minha homenagem a Noel Nascimento
23/02/2018

Anos anteriores

João Casillo e seu museu de arte do Direito
27/11/2017

Moreira Garcez: o ícone urbano de Curitiba
22/05/2017

Rui Barbosa advogado
17/10/2016

As mulheres promotoras e procuradoras de Justiça no MPPR
2015

A Revolução de 64 e o Ministério Público do Estado do Paraná
29/01/2015

Dos crimes insolúveis, ou quase...
out/2013

Henrique César, um líder cordial
2012

Nelson Hungria, um argumento imbatível
2012

Antero da Silveira, um modelo austero?
24/03/2011

O assento do Procurador-Geral no Tribunal
2011

Brasil Pinheiro Machado, Procurador-Geral
2010

A Rua XV de Novembro – Patrimônio Cultural do Estado
07/07/2009

Danilo de Lima, nosso decano
16/04/2009

A margem da memória do MPPR
2008

Ministério Público, um poder inerme?
2008

Túlio de França, Procurador-Geral
2008

A imprensa da APMP
2008

João Cid Portugal Promotor
29/03/2007

O retrato de Itaciano Teixeira
dez/2006

Réquiem a Alcides Munhoz Netto
2006

Samuel César de Oliveira, um gigante no Juri
2005

Francisco de Azevedo Macedo, Procurador-Geral
21/10/2003

A Casa Rosada
23/05/2002

Parecer sobre documento intitulado “Memórias do Ministério Público”
20/01/2002

Hugo Simas, o maior jurista do Paraná
1996

Curitiba: 1668, 1693 ou outra data?
Sem data

O Ministério Público de 1912
Sem data

Murilo Rodrigues Cordeiro, um modelo da instituição
Sem data


Voltar para o topo

 

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem