• Centro de Preservação da Memória

Notícias do Memorial

13/02/2020

Memorial recebe escâner planetário

O Memorial do MPPR acaba de receber um equipamento moderno para a digitalização de livros e documentos antigos: trata-se de um escâner planetário, aparelho que utiliza tecnologia de digitalização suspensa para gerar a imagem digital dos documentos sem entrar em contato físico com eles.

Após a instalação promovida pela equipe do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI), o primeiro documento escaneado foi uma "lista de promotores públicos e adjunctos", datada de outubro de 1934. Dentre os nomes relacionados na lista, encontra-se o do promotor público Ernesto de Araújo Goes, que à época estava lotado em "Foz do Iguassú". Ernesto tomou posse como promotor público adjunto em 10 de fevereiro de 1909, na comarca de Clevelândia, conforme excerto do Livro de Assentamento de Promotores da Procuradoria Geral da Justiça. Este livro, que se encontra preservado no Memorial juntamente com outros ainda mais antigos, teve seu termo de abertura manuscrito em 1935 pelo então procurador geral da justiça do Estado, Omar Gonçalves da Motta, passando a registrar as posses e movimentações na carreira dos promotores públicos paranaenses.

Além do Memorial, outras duas Unidades também receberam um escâner idêntico: o Departamento de Gestão Documental (DGD) e a Biblioteca. Com estes equipamentos, o MPPR passa a digitalizar documentos que não podiam ser copiados adequadamente pelos escâneres comuns, preservando-os dos danos causados pelo manuseio e facilitando o acesso de seu conteúdo aos integrantes do MPPR e à sociedade.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem